Menu do Site


Copyright
MicroUniverso 2020

PIX e a nova perspectiva de pagamento no varejo
2229
post-template-default,single,single-post,postid-2229,single-format-standard,bridge-core-2.2.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-21.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive
 

PIX e a nova perspectiva de pagamento no varejo

PIX e a nova perspectiva de pagamento no varejo

Uma nova ferramenta foi planejada para facilitar a relação dos consumidores com as empresas do varejo no Brasil. Ela se chama PIX, foi desenvolvida pelo Banco central para propiciar as transferências eletrônicas de valores e é mais vantajosa que o documento de ordem de crédito (DOC) ou a transferência eletrônica disponível (TED).

Neste conteúdo vamos explicar o que é o PIX varejo, como ele funciona e quais são as vantagens da sua implementação. Aqui, vamos fornecer detalhes sobre a gratuidade das transações online entre bancos diferentes e entre pessoas físicas, custo menor para as empresas, MEIs e também aos prestadores de serviço, bem como funcionamento 24 horas, entre outros.

Deseja obter mais informações sobre o impacto do PIX nos pagamentos de empresas varejistas? Continue a leitura!

Saiba o que é o PIX

PIX é um sistema digital para pagamentos instantâneos que modernizou as operações e impactou de forma positiva o consumo e os negócios do varejo. Trata-se de uma forma relevante para a transferência monetária digital que será predominante nos próximos anos. Com essa ferramenta, os consumidores conseguirão movimentar o dinheiro sem limitação de horários.

Entenda como o PIX funciona

A nova modalidade de pagamentos permite que o valor seja transferido imediatamente de uma conta bancária para a outra. Ela pode ser utilizada a qualquer momento por meio de dispositivos móveis e leva poucos segundos para a transação ser concluída. A tecnologia promove agilidade, visto que a transferência ocorre em tempo real e sem custos.

A ferramenta tem potencial para substituir as outras operações bancárias, sendo obrigatório o seu fornecimento pelas instituições financeiras que mantenham ativas mais de 500 mil contas de clientes. Diante disso, o setor varejista é o mais beneficiado, pois a modalidade é bastante prática e não há dificuldades na hora de fazer a adesão ao PIX.

Por outro lado, a tecnologia também possibilita o recolhimento das guias da União e por QR Code que é a alternativa usada por estabelecimentos físicos. As vendas são realizadas por códigos com a execução da operação no celular do próprio consumidor. Essa transação é efetuada com uma carteira digital que permite a conclusão da venda.

Confira as vantagens da implementação do PIX

A implementação do PIX trouxe diversos benefícios para os usuários de contas bancárias e varejistas. Basta fazer o cadastro na carteira digital ou no aplicativo do banco para ter acesso ao sistema gratuito de transferências. As operações somente geram taxas quando feitas por telefone ou presencialmente. Veja a seguir as principais vantagens de implementar o PIX na sua loja!

Gratuito para as transações online

As transações entre pessoas físicas e bancos distintos são gratuitas quando executadas por meio da Internet. Para as empresas, o PIX é mais barato, pois o Banco Central cobra uma pequena tarifa das pessoas jurídicas. Contudo, as lojas varejistas contam com a facilidade de receber instantaneamente os valores das compras dos seus clientes.

Gera um custo menor a empresas

O custo mínimo para as empresas, prestadores de serviços e Microempreendedores Individuais, de acordo com o Banco Central, é de R$ 0,01 a cada 10 transações efetuadas. Porém, o banco pode definir uma tarifa diferenciada para os seus clientes para tornar a adesão ao PIX mais atrativa. Dessa maneira, os valores serão bem menores que as taxas dos cartões.

Funciona 24 horas por dia

O funcionamento do PIX ocorre durante 7 dias da semana em tempo integral e sem interrupções. A plataforma foi criada para funcionar durante 24 horas sem parar para otimizar o tempo de liquidação dos pagamentos feitos pelos bancos aos estabelecimentos comerciais. Portanto, os aplicativos de pagamentos não dependem mais do horário das instituições bancárias.

Facilidade na hora de realizar troca de instituição

A facilidade na hora de realizar troca de instituição é outro benefício obtido com a chegada do PIX. Os valores são transferidos com o uso de uma chave cadastrada pelos clientes, que pode ser o seu número de CNPJ, CPF, celular, e-mail ou aleatória. Já as lojas online têm a opção de substituir os boletos para minimizar as desistências dos consumidores.

Conheça o impacto do PIX nos pagamentos

O lançamento do PIX já impactou os pagamentos das empresas varejistas, entretanto, no futuro promete ficar ainda melhor com a possibilidade de programar sequências de pagamentos. Diante disso, o crédito se tornará mais barato e acessível. O mercado financeiro prevê que as mudanças serão abrangentes e muito amplas em todos os segmentos.

Um novo mercado para crédito aos consumidores pode ser criado em nosso país, considerando-se o envolvimento das empresas varejistas, a redução dos custos, a simplificação dos pagamentos, a facilidade de acesso, a desintermediação nos processos de transferência etc. Além disso, há chances de crescimento das vendas no comércio e na indústria que resultará na geração de novos empregos.

A mudança no comportamento dos consumidores e empreendedores é praticamente inevitável. No varejo, os proprietários de lojas podem apoiar e disseminar o uso de modo amigável para que os clientes aceitem essa nova realidade. Esse papel é relevante e vai resultar na substituição dos cartões de débito e das maquininhas.

Veja como fazer o cadastro no PIX

As instituições financeiras estão facilitando a realização de cadastros do PIX para usuários que já têm contas. Fintechs, bancos, corretoras de criptomoedas e aplicativos de pagamentos disponibilizam aos seus clientes a opção de cadastrar as chaves nos canais digitais desde o final do ano de 2020 para que passem a utilizar as suas carteiras digitais.

Para fazer o cadastro da ferramenta, o usuário pode acessar o aplicativo da instituição financeira da qual é cliente e tem uma conta bancária ativa. Depois de fazer o login e inserir a senha pessoal no app, deverá localizar no menu a opção para cadastrar o PIX e acessá-la. Em seguida, poderá criar a sua chave.

Selecione uma das opções que estiver disponível no aplicativo ou crie uma chave aleatória que será composta por números e letras aleatórios. O aplicativo poderá apresentar uma mensagem para explicar que os dados do cliente, como nome completo, nome do prestador de serviço e número de CPF ficarão disponíveis sempre que outro usuário tentar fazer uma transferência de valores.

Por fim, você poderá confirmar ou cancelar a criação da chave, conforme a sua preferência. Essas são as informações mais importantes sobre o PIX varejo e a nova perspectiva de pagamento. Aproveite mais essa possibilidade que já está disponível para empreendedores varejistas que almejam o sucesso dos seus estabelecimentos comerciais.

Ainda tem dúvidas sobre o PIX ou gostaria de registrar a sua opinião sobre o assunto? Deixe aqui o seu comentário!

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.