Menu do Site


Copyright
MicroUniverso 2020

Como funciona o inventário rotativo em lojas de materiais de construção
2397
post-template-default,single,single-post,postid-2397,single-format-standard,bridge-core-2.2.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-21.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive
 

Entenda como funciona o inventário rotativo em lojas de materiais de construção

Entenda como funciona o inventário rotativo em lojas de materiais de construção

A gestão de estoque é um verdadeiro desafio para os empreendedores do ramo de material de construção. As lojas movimentam uma grande variedade de produtos diariamente e fica difícil acompanhar tudo o que chega ou sai do estabelecimento. Muitos itens são vendidos, outros podem ter a sua data de validade vencida sem o devido monitoramento.

Por esse motivo, controlar os estoques por meio de um inventário rotativo é uma excelente opção para lojistas que precisam manter o controle, diminuir os custos e aumentar a produtividade da loja. Neste post, vamos explicar o que é o inventário rotativo e como ele se diferencia do tradicional. Além disso, mostraremos como ele funciona nas lojas.

Gostaria de conhecer as vantagens do inventário rotativo? Acompanhe a leitura!

Saiba o que é o inventário rotativo

Inventário rotativo é um procedimento que deve ser realizado continuamente para a contagem e recontagem dos itens em estoque. O lojista define uma periodicidade para a realização desse processo, que tem uma metodologia um pouco diferente do convencional. A cadência é predefinida, sendo que pode ter intervalos diários, semanais ou mensais conforme o tamanho da loja.

O profissional que faz o inventário rotativo deve contar os produtos que estão no galpão ou sala de estoque e também aqueles que já estão nas prateleiras da loja para a venda. Devido à constância e precisão dessa contagem, a margem de erros diminui bastante e aumenta-se a segurança do negócio. O procedimento é rápido porque o controle é regular.

Veja como o inventário rotativo se diferencia do tradicional

Há diferença entre inventário tradicional e inventário rotativo. O inventário tradicional é geral e requer a contagem dos itens de uma única vez, funciona como se fosse um grande evento. Como a quantidade de produtos é enorme, o lojista precisa fazer planejamentos, treinar colaboradores, comunicar as equipes e outras pessoas.

O inventário rotativo, por sua vez, requer a contagem dos itens por grupos de mercadorias e exige uma quantidade menor de colaboradores. O processo acontece de acordo com um cronograma diariamente, semanalmente, mensalmente ou anualmente. Portanto, ele pode ser encaixado na rotina da loja e apresenta custos bem menores do que o inventário tradicional, que pode exigir serviço especializado.

Compreenda como o inventário rotativo funciona

Como você pode ver, o inventário rotativo é bastante eficiente e diminui os impactos negativos de várias situações. O procedimento requer contagem constante e repetida dos produtos que são separados por categorias distintas. Basta o lojista escolher a frequência da execução do processo para certos grupos de materiais para saber tudo o que acontece em sua loja.

Por outro lado, o gerenciamento inapropriado dos produtos do estoque pode causar inconsistências e prejuízos para o negócio. A falta de controle pode levar a loja a perder materiais, ter um cadastro incorreto dos produtos ou sofrer situações imprevistas com clientes e fornecedores. Os riscos são ainda maiores em estabelecimentos de porte maior.

Conheça as vantagens do inventário rotativo

Para realizar o inventário rotativo da melhor maneira, é importante que o gestor conheça os produtos e saiba como é o funcionamento do negócio. Avalie as características da loja, os tipos, as quantidades dos produtos e crie um cronograma para a contagem com definição de datas e horários para o procedimento. Observe abaixo algumas vantagens de realizar esse processo!

Ter uma equipe qualificada e confiável

Depois de estabelecer um cronograma, organize as ferramentas necessárias à realização do inventário rotativo. A seguir, defina quem fará parte da equipe para realizar a contagem. Ofereça um treinamento para que esses colaboradores consigam trabalhar da forma certa, pois com uma equipe qualificada e confiável fica mais fácil ser bem-sucedido nessa missão.

Organizar os produtos

A organização dos produtos em categorias pode ser realizada de modo sequencial. Os grupos poderão ser contados por meio da curva de vendas, que é muito conhecida como curva ABC, por exemplo. Ela agrupa as mercadorias de acordo com a frequência das vendas. No grupo A, coloque os produtos principais ou mais vendidos pela sua loja.

Já no Grupo B, liste as mercadorias que não podem faltar no estabelecimento, mas são vendidas de maneira mediana. Por fim, no Grupo C, registre os itens menos vendidos e que por esse motivo podem ser contados calmamente. Um sistema de gestão pode ajudar a identificar as categorias de produtos ofertados pela sua loja de material de construção.

A tecnologia pode facilitar a emissão de relatórios detalhados e ajudar na administração do negócio. Saiba que depois de realizar o inventário rotativo algumas vezes, será mais fácil perceber quais produtos apresentam maior porcentagem de quebra na contagem. Isso levará o gestor a descobrir as razões da divergência em um período mais curto de tempo.

Manter a periodicidade do inventário

Considere que o enorme volume de mercadoria de uma loja de material de construção pode levar os colaboradores selecionados para essa função a cometer erros na contagem. Em decorrência disso, mantenha a periodicidade do inventário e defina marcações para os itens que já foram contados pelo time. Procure organizá-los separados dos demais produtos.

Verifique se todas as mercadorias dos grupos foram inseridas no inventário rotativo, inclusive aqueles itens que ficam espalhados dentro da loja. Um sistema de gestão de qualidade pode auxiliar no rendimento da loja e permitir o acompanhamento de perdas de materiais que podem ocorrer durante a rotina. A tecnologia possibilita o controle e a baixa dos produtos em estoque.

Investir em sistema de automação

Invista em um sistema de automação específico para lojas de materiais de construção para ter eficiência em seu inventário rotativo. O processo de contagem dos produtos gera uma série de informações e necessita de organização por parte dos colaboradores. Uma solução tecnológica vai automatizar diversas tarefas repetitivas e deixar os times com mais tempo para outras atividades.

O sistema de automação otimiza todo o processo e traz outros benefícios para as lojas. Com a ajuda da tecnologia, o gestor pode definir outros formatos de inventário, bem como fazer uso de coletores de dados estratégicos. A solução auxilia no monitoramento de devoluções e trocas e devoluções com clientes e fornecedores.

Entendeu como funciona o inventário rotativo em lojas de materiais de construção? A MicroUniverso é especialista no desenvolvimento de sistemas integrados para o gerenciamento empresarial, conhecidos no mercado como ERPs. Eles foram planejados especialmente para atender lojistas que vendem materiais de construção e que desejam alavancar os seus negócios.

Gostaria de obter mais informações a respeito do assunto? Confira os principais tipos de estoque e saiba qual escolher para sua loja!

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.