Menu do Site


Copyright
MicroUniverso 2020

Veja aqui como fazer uma boa gestão de fornecedores
2289
post-template-default,single,single-post,postid-2289,single-format-standard,bridge-core-2.2.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-21.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive
 

Veja aqui como fazer uma boa gestão de fornecedores

Veja aqui como fazer uma boa gestão de fornecedores

Toda empresa que pretende se destacar no mercado de varejo precisa investir em ações que otimizam suas atividades internas; a ideia é criar um ciclo dinâmico e contínuo. Todas as operações, com destaque a gestão de fornecedores, precisam caminhar em sintonia com as demais áreas do trabalho, por exemplo, atendimento, estoque e administração.

Sabemos que conquistar esse patamar não é uma tarefa fácil e que não acontece da noite para o dia. Na maioria das vezes, são muitas tarefas para apenas uma pessoa realizar, em outros casos, a empresa ainda não realizou uma setorização eficiente. O que conforta é saber que, mesmo nesses dois exemplos, os problemas sempre existirão e fazem parte da trajetória empresarial.

Seguindo nessa linha, surge uma pergunta comum de todo empresário: como posso minimizar os problemas do meu negócio?

No artigo de hoje, não vamos trabalhar todos os problemas de gestão, mas vamos ensinar você como fazer uma gestão de fornecedores eficiente, tendo em vista que este é um dos problemas mais latentes no varejo. Vamos começar?

O que é gestão de fornecedores?

Esse termo é muito discutido entre empresários, mas no dia a dia ainda existem gargalos sobre o que é a gestão de fornecedores aplicada. Na prática, se trata apenas da organização de toda relação que seus fornecedores possuem com sua empresa, por exemplo, controle dos prazos, precificação, produtos de baixa qualidade e giro de estoque sem dor de cabeça.

Com isso em mente, fica mais claro entender o cenário atual da sua empresa e definir se vale a pena investir em um fornecedor que atenda aos pré-requisitos do seu negócio. O controle dessa gestão está em suas mãos e você é o principal guia para tomar as melhores decisões. Não se esqueça!

Por que você deve se relacionar com seus fornecedores?

O pontapé inicial para executar as melhores ações de gestão com fornecedores é entender que a comunicação deve ser a base. Construir um relacionamento amigável com seu fornecedor tira ele desse lugar ligado aos problemas de preço e atrasos, e ele passa a ser um parceiro do seu negócio. Reavalie como tem sido a sua relação com seus fornecedores.

A abertura é maior para questionamentos de qualidade dos produtos, ajustes de preços, prazos e para pensar estrategicamente em como manter o giro de estoque e fornecimento sem dores de cabeça.

Se você pensar em relacionamento não só nesse ponto, mas em todos os outros envolvidos no seu negócio, sua dinâmica como empresário irá melhorar em 100%. Comunicação é a base para manter um bom clima na empresa, para tomar decisões mais assertivas e para alcançar os melhores resultados em vendas. Lembre-se disso!

Quais as vantagens de buscar uma boa relação com seus fornecedores?

Relacionar-se bem com seus fornecedores é a chave para o sucesso do seu negócio, uma vez que os produtos e os serviços fornecidos pela sua empresa passarão por ele. Veja algumas vantagens:

Confiabilidade nos produtos e processos

Com uma relação mais próxima, todos os trâmites de avaliação de qualidade dos produtos, prazos e como serão entregues ocorrem de uma maneira mais fluida. As particularidades comportamentais e do negócio estarão alinhadas.

A exposição de críticas ou ajustes se torna algo colaborativo e pensado no sentido da parceria. Isso reflete positivamente em todos os outros processos gerenciais e afeta diretamente no aumento da produtividade.

Resiliência

Investir em relações saudáveis no ambiente de trabalho exercita sua capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos e adaptar-se. No cenário da relação empresário/fornecedor, esse ponto pode parecer lúdico demais, porque quando as coisas desandam o dono do negócio é surpreendido por pressão, estresse e por vezes desespero.

Porém, a resiliência, nesse contexto, pode ser um resultado de uma boa relação, mas também um exercício. E essas mudanças não são perceptíveis de maneira tão rápida, elas acontecem dia a dia, o clima organizacional e os processos de trabalho se tornam mais prazerosos.

Custos reduzidos

Como uma boa relação com o fornecedor pode reduzir custos? De um lado, você conhece seu fornecedor, entende a realidade dele, suas dificuldades e seus desafios. Do outro lado, ele conhece você, seu negócio, suas demandas, seu estoque e seus prazos. Se você somar essa percepção com a ideia de que vocês são parceiros, fica mais fácil discutir e alinhar preços para ambos os lados.

Parcerias

Pense em seu fornecedor como parceiro, e esse vínculo estabelecido entre as partes impulsiona as ações de crescimento, por exemplo, as ações promocionais conjuntas adquirem mais força, ou seja, aquecem a credibilidade da empresa em relação ao fornecedor, que ajudará no revigoramento da marca no mercado.

Além disso, essa relação de comprometimento se traduzirá em vantagens mais expressivas para o cliente e consumidor final do produto ou serviço. Todos saem ganhando!

Quais os cuidados para uma relação saudável com seu fornecedor?

As informações que lançamos aqui só valem se a construção dessa relação for orgânica. Afinal, somos seres humanos e não existe fórmula secreta para a melhor relação entre empresário e fornecedor. No entanto, existem cuidados e boas práticas que podem ajudar você nesse avanço, veja:

  • aposte em contato mais próximo;
  • escolha o melhor canal de comunicação;
  • vá com calma e compartilhe ideias;
  • alinhe objetivos com clareza;
  • seja leve, mas direto em relação às etapas da parceria;
  • siga as etapas (preço, qualidade e integração).

Decidimos criar este conteúdo no intuito de lembrar que toda gestão, independentemente da área, deve ser respaldada pelas relações humanas saudáveis, e por sabermos que as empresas que se destacarem ao explorar as relações com fornecedores sairão na frente, pois cada vez mais é fundamental uma terceirização de atividades secundárias.

A vantagem de investir em relacionamento é criar um ambiente de trabalho mais leve. Por meio das relações saudáveis com fornecedores, o trabalho é conjunto. Problemas sérios podem ser resolvidos de maneira mais simples e com um diálogo aberto. O propósito é fortalecer a cooperação de uma parceria de longas datas.

Gostou do nosso artigo sobre como fazer gestão de fornecedores? Então, compartilhe em suas redes sociais para outros empresários do varejo.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.