Descubra como a automação de processos pode aprimorar a segurança de dados da sua empresa
Menu do Site
Copyright MicroUniverso 2017
Descubra como a automação de processos pode aprimorar a segurança de dados da sua empresa
1412
post-template-default,single,single-post,postid-1412,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Descubra como a automação de processos pode aprimorar a segurança de dados da sua empresa

Descubra como a automação de processos pode aprimorar a segurança de dados da sua empresa

O fluxo empresarial é composto por uma série de rotinas interligadas. Em qualquer empresa, independentemente do porte ou do segmento em que atua, as áreas são interdependentes e precisam funcionar de modo sinérgico, garantindo a conformidade (e o êxito) operacional. Nesse contexto, a automação de processos desponta como um atributo essencial à gestão enxuta e lucrativa.

Para fazer frente à concorrência e manter a competitividade, é inquestionável que os gestores precisam ficar atentos à segurança de suas informações, assegurando que os processos sejam executados de forma orgânica e transparente.

Neste post, você entenderá um pouco melhor a importância de investir em tecnologia de gestão para automatizar as operações corporativas. Além disso, saberá quais são os principais benefícios gerados a partir da implantação de um ERP (Enterprise Resource Planning).

Boa leitura e bons negócios!

ERP na automação de processos: mais agilidade e segurança operacional

O ERP, sistema de gestão que permeia todo o workflow e integra as operações do negócio, é o grande aliado da administração focada em resultados. A tecnologia assegura o controle de processos e age frontalmente na redução do retrabalho, tornando as atividades mais eficazes e produtivas.

Para além dos resultados positivos, registrados sempre que novos relatórios ou balanços são emitidos, também é pertinente citar a influência do software em rotinas intermediárias, ou seja, as que suportam a operacionalização de forma confiável e, por isso, contribuem para que todas as tarefas sejam corretamente executadas.

Antes de mais nada, vale pontuar que, nos últimos anos, o armazenamento de dados em nuvem ganhou destaque e se tornou uma alternativa viável para reduzir custos e permitir avanços na missão de digitalizar o negócio.

Mais do que isso, a opção pelo cloud computing no ato da instalação de um ERP também significa um salto em controle e segurança. O ambiente virtual dispõe de inúmeras ferramentas capazes de proteger e de resguardar os dados corporativos, conferindo mais tranquilidade às lideranças e mais eficiência às equipes.

Diante disso, não é nenhum exagero dizer que a tecnologia de gestão é uma das mais poderosas aliadas na busca por competitividade. Para isso, entretanto, é essencial que as informações sejam preservadas e que recursos importantes de proteção estejam à disposição da operação.

Segurança da informação: principais vantagens do ERP

Uma vez reforçado o papel essencial da tecnologia de gestão na administração eficaz, pontuando de que forma a opção pela instalação em nuvem pode contribuir para maximizar a segurança dos dados corporativos, é o momento de agregar um pouco mais de prática à discussão.

Na prática, as vantagens do ERP são evidentes e indiscutíveis, permeando todo o fluxo de atividades empresariais. No que compete à segurança das informações internas, a tecnologia é igualmente eficiente e indispensável. Conheça alguns dos principais benefícios do software na blindagem corporativa e, consequentemente, na competitividade do negócio.

Centralização de dados

Quando as informações estão dispersas e não podem ser organicamente acessadas pelas lideranças da empresa, o maior (e mais perigoso) impacto está na tomada de decisão. Afinal, só é possível assegurar a viabilidade de uma alternativa quando há dados que a suportem.

A tecnologia de gestão é, sem dúvida, a principal ferramenta para fortalecer a estratégia e angariar resultados mais consistentes a curto, médio e longo prazos. Respaldados por indicadores coesos, relatórios transparentes e balanços confiáveis, as lideranças têm mais tranquilidade para deliberar.

As implicações são extensas e costumam ser vastamente positivas. Ao integrar todas as áreas do negócio e centralizar as informações transmitidas, o ERP agiliza processos, elimina retrabalho e melhora a performance das equipes.

Restrição de informações por nível de acesso

A concessão de direitos e autorizações também é essencial para controlar a navegação de usuários, certificando que apenas aqueles que precisam dispor de certa massa de dados possam visualizá-los.

Com um ERP robusto, é fácil impedir que um funcionário de nível operacional acesse e maneje informações estratégias, que devem ser abertas apenas à diretoria da empresa. Basta que, no ato do cadastro, sejam indicadas as telas que ficarão visíveis.

Essa possibilidade reforça a segurança corporativa e atesta que, para cada cargo ou função, existe diferenciação na capacidade de visualização sistêmica. No mercado contemporâneo, esse diferencial pode inclusive significar uma importante vantagem competitiva.

Implementação de firewalls

Os firewalls são conhecidos como barreiras de monitoramento de dados, garantindo a comunicação e o alinhamento dos inputs transmitidos entre as áreas de negócio e o banco de dados — onde ficam armazenados todos os dados da organização.

A função dos firewalls é, em suma, resguardar o sistema de um acesso suspeito e/ou malicioso. Ao identificar uma tentativa de invasão, o recurso bloqueia imediatamente a conexão do usuário, impedindo a visualização das informações protegidas.

Vale ressaltar que a instalação de firewalls não compromete o bom funcionamento do ERP. A restrição de algumas portas (exclusivamente para evitar ciberataques) não impede que a equipe autorizada transmita as informações do negócio e continue executando suas atividades cotidianas.

A mensagem, portanto, é bastante clara: além de integrar operações e de possibilitar a automação de processos — minimizando o retrabalho e maximizando desempenhos —, o ERP é uma excelente ferramenta para proteger os dados corporativos. Invista!

O conteúdo foi útil e motivou você a repensar os posicionamentos e as estratégias corporativas? Excelente, nosso objetivo foi cumprido! Se quiser continuar recendo as novidades em primeira mão, assine nossa newsletter exclusiva. Sucesso e até a próxima!