Menu do Site


Copyright
MicroUniverso 2020

Veja o efeito coronavírus nas lojas de materiais de construção
2108
post-template-default,single,single-post,postid-2108,single-format-standard,bridge-core-2.2.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-21.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive
 

Veja o efeito coronavírus nas lojas de materiais de construção

Veja o efeito coronavírus nas lojas de materiais de construção

Muitos foram os impactos causados pela COVID-19 em vários setores empresariais no cenário internacional e, também, no Brasil. O efeito coronavírus no varejo foi sentido no início da pandemia com as primeiras medidas sanitárias para conter os avanços da doença. Em meio a todas as incertezas, muitas lojas de material de construção precisaram interromper suas atividades e encontrar formas criativas de continuarem em funcionamento.

Com a chegada do distanciamento social, as pessoas passaram mais tempo em suas casas, e com isso aquelas reformas que há muito estavam na gaveta começaram a ser consideradas. Com isso, as lojas de material de construção apresentaram melhoras nas vendas, mesmo diante de um cenário desafiador — não podemos negar que o auxílio emergencial foi um fator determinante, uma vez que muitas famílias investiram os valores recebidos na melhoria de suas casas.

No artigo de hoje, vamos apresentar maneiras para você aproveitar o efeito coronavírus em sua loja de material de construção nesse “novo normal”. Confira!

Entenda o novo perfil do consumidor

A pandemia e o distanciamento social promoveram mudanças não somente nas empresas, mas também no consumidor. Nesse período, muitos consumidores, que não eram familiarizados com as compras online, viram nesse canal de relacionamento a maneira de continuar realizando suas compras sem se expor a riscos.

Nesse sentido, as empresas direcionaram suas atenções para reduzir a distância entre a marca e o consumidor. Sendo assim, para que as lojas de material de construção atendam às necessidades do cliente e criem experiências de compra, é fundamental entender como as pessoas estão se adaptando e reagindo à retomada da economia.

Para isso, é importante que as empresas de varejo se aproximem mais do cliente com um tom mais humano. Logo, investir em um atendimento mais humanizado e autêntico vem se mostrando eficiente para que as empresas se fortaleçam para a retomada das atividades. 

Adapte sua loja às medidas de proteção sanitária

Nessa retomada gradativa do comércio, muitos hábitos de higiene mudaram. Com isso, o segmento de varejo precisou acompanhar essa transformação e proporcionar maior segurança para o cliente no momento de sua visita em loja. Separamos algumas dicas essenciais para você inserir em seu comércio. 

Evite contato físico

Para gerar empatia com o cliente, muitos vendedores optam pelo aperto de mão, porém, nesse novo cenário, esse é um hábito que deve ser mudado. Isso não significa receber o visitante na loja de maneira fria, pelo contrário, é possível sorrir com o olhar e palavras de gentileza para criar esse vínculo com o consumidor. 

Não podemos deixar de falar em um ponto muito importante que é o distanciamento pelo menos de 1,5 metros para realizar o atendimento com mais segurança e seguindo as recomendações dos órgãos competentes.

Higiene pessoal

Muitas vezes para chegar até seu estabelecimento, tanto os colaboradores quanto os clientes, utilizam transporte público ou passam por lugares onde tenham contato com várias pessoas.

Sendo assim, recomendamos que sua loja de material de construção tenha sempre disponíveis frascos de álcool em gel para todos. Vale a regra, entrou no estabelecimento, higienize a mão e máscara de proteção para segurança de todos os presentes no local.

Lembre-se de toda vez que houver contato com dinheiro, mercadorias e máquinas de cartão utilize o álcool em gel. Destacamos que lavar bem as mãos, pelo menos por 20 segundos substitui o uso do álcool para a higienização.

Ambiente sempre limpo

Além da higiene pessoal, que já comentamos, é essencial que o ambiente esteja sempre muito bem limpo para minimizar e evitar a transmissão do vírus. Dê uma atenção especial a esses detalhes:

  • máquina de cartão: esse equipamento é utilizado por muitas pessoas, o que torna um potencial transmissor indireto. A dica aqui é utilizar um lenço descartável com álcool isopropílico para higienizar a máquina. Você pode utilizar esse procedimento em outros equipamentos que sejam compartilhados;
  • maçanetas: para se ter acesso a muitas lojas é necessário tocar na maçaneta para entrar no estabelecimento. Por isso, esse é um local que deve ser constantemente limpo com o álcool gel;
  •  balcões e caixa: esses são lugares por onde todos os clientes passam, seja para finalizar uma compra ou efetuar o pagamento. A sugestão é utilizar hipoclorito de sódio para fazer a limpeza ou água e sabão. Para secar utilize um lenço descartável.

Aposte nos meios digitais

No período de isolamento mais severo, muitas empresas encontraram no marketing digital um excelente aliado para manter o interesse de seus clientes e manter-se próximo a eles.

Muitas lojas de material de construção reforçaram suas plataformas de compras online ou sentiram a necessidade de desenvolver um e-commerce para manter suas vendas e minimizar os impactos da quarentena. O fato é que mesmo após a pandemia os negócios online tendem a não perder a força, sendo assim, investir numa presença digital sólida é fundamental.

O principal objetivo das estratégias e ferramentas de marketing são aumentar o número de vendas. Com isso, é importante desenvolver campanhas e melhorar seus conteúdos para atingir seu público-alvo de forma mais eficiente.

Mesmo com a retomada dos atendimentos em loja física, a consolidação da marca nos meios digitais deve permanecer como uma forma de aumentar a lucratividade da empresa, assim como, sua relevância entre os concorrentes.      

Fique atento ao fluxo de caixa e estoque

Em cenários desafiadores, muitas empresas, independente do segmento, precisam ficar atentas às suas finanças e também à gestão de estoque. Por esse motivo, contar com automatização de processos por meio de um ERP faz toda a diferença. Com os dados disponibilizados e compilados é possível ter uma visão mais ampla do seu negócio no meio físico e virtual.

O ideal é que, em meio ao efeito coronavírus nas lojas de material de construção elas estejam preparadas para atender às expectativas do consumidor em todas as etapas de sua jornada de compra. Por isso, se atualize sempre e verifique formas de destacar o diferencial de sua empresa com formas modernas de pagamentos e condições que estimulem o consumidor a comprar.

Muitos são os desafios a serem superados no varejo. Os proprietários e gestores devem se atentar às oportunidades de negócios e conhecer as projeções para os próximos meses. Para que dessa maneira suas estratégias sejam traçadas da melhor forma possível para garantir seu fluxo de vendas e maior competitividade junto ao setor — sem deixar de levar em consideração os cuidados necessários com colaboradores e clientes. 

Gostou do nosso artigo sobre os efeitos do coronavírus nas lojas de material de construção? Então, aproveite e compartilhe em suas redes sociais.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.