Menu do Site
Copyright MicroUniverso 2017
Como reduzir os custos em empresas de varejo. 4 dicas fundamentais!
1245
post-template-default,single,single-post,postid-1245,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Como reduzir os custos em empresas de varejo. 4 dicas fundamentais!

Como reduzir os custos em empresas de varejo. 4 dicas fundamentais!

A redução de custos nas empresas é uma busca constante de todo empresário, principalmente daquele que atua no ramo do varejo. Porém, considerando a importância dessa prática para a condução de qualquer negócio, o processo precisa ser muito bem arquitetado para que os resultados sejam satisfatórios.

Um erro na hora de cortar gastos pode até mesmo significar uma redução proporcional nas vendas, refletindo negativamente na lucratividade ou não produzindo os resultados esperados inicialmente.

No artigo de hoje, vamos mostrar como funciona a redução de custos nas empresas de varejo, bem como, a importância de fazer isso de forma correta. Acompanhe!

Qual a importância da redução de custos na empresa.

Nunca se falou tanto em redução custos como nos tempos atuais. Com tantos problemas em nossa economia, escândalos políticos, instabilidades e incertezas, os empresários passaram a considerar melhor essa possibilidade.

Mesmo em períodos aquecidos, em que o comércio tende a se manter mais estável, muitos gestores buscam a redução de custos para aumentar o lucro ou, simplesmente, reduzir o risco de prejuízos. Independentemente da razão ou do período em que isso é feito, trata-se de uma ação estratégica, visto que existem gastos que podem ser reduzidos ou até mesmos eliminados.

Entretanto, é preciso tomar o máximo de cuidado, pois a redução de custos não pode prejudicar as vendas da sua empresa. Se você, por exemplo, necessita de 3 vendedores e 2 caixas para atender bem aos seus clientes, reduzir esse número para 2 e 1 respectivamente, pode ser uma atitude pouco inteligente e que, em vez de proporcionar resultados positivos, reduzirá as vendas e pode até gerar prejuízos.

Pode parecer complicado em princípio, mas não se preocupe. A partir do próximo tópico vamos mostrar o que é preciso fazer para reduzir custos nas empresas de forma correta. Acompanhe!

Afinal, como reduzir custos de forma segura?

Entendida a importância da redução de custos nas empresas, vamos mostrar quais pontos você poderá atacar para conseguir esse intento, sem prejudicar o andamento dos seus negócios.

1. Controle itens ativos e inativos no estoque

Existe um ditado que diz: “estoque parado, dinheiro parado”. E nada poderia ser mais verdadeiro do que essa afirmação. Quando você mantém produtos armazenados por muito tempo, além do risco de que eles se deteriorem, também há a incidência dos custos necessários para manter adequadamente esses itens.

Portanto, é preciso que você saiba controlar a armazenagem e o fluxo de produtos inativos ou que têm pouca saída. Quando um item se enquadra nessa condição, o melhor é estudar uma forma para que ele saia dessa situação ou, caso não haja outra solução, procurar excluí-lo do seu mix.

Melhor não ter um produto com uma baixíssima saída do que mantê-lo encalhado no estoque, gerando custos e ainda um grande risco de perda da mercadoria e do investimento.

2. Otimize o processo de compras

Uma das formas de reduzir ou eliminar os problemas com o estoque parado é a otimização do processo de compras. Basicamente, você deverá rever os procedimentos que são realizados como, a verificação de estoque, além de analisar a real necessidade de aquisição de cada item, considerando quantidade e perecibilidade.

Assim, é possível evitar que produtos com pouca saída sejam comprados em demasia e ainda garantir o estoque de outros itens com mais saída, evitando que acabem antes de hora.

Afinal, pior do que arcar com o custo de armazenagem de produtos que ficam empacados no estoque é perder uma venda pela falta de determinado item. Se o processo de compras estiver bem alinhado, isso dificilmente acontecerá.

3. Identifique e reduza a necessidade de retrabalhos

Os retrabalhos são outra espécie de gargalo que você precisa identificar e corrigir, pois além de obrigar a utilização desnecessária de materiais, também vão ocupar parte do tempo dos seus colaboradores.

Afinal, os retrabalhos geralmente obrigam os profissionais a deixar de realizar uma atividade para executar outra que já havia sido concluída, mas, que por um erro cometido por ele ou um terceiro, teve que ser refeito.

4. Automatize os processos

Por fim, outra forma de cortar custos de maneira eficiente em sua empresa é por meio da automatização de processos, que pode ser mais facilmente conduzida por meio de ERPs. Esse processo fará com que as ações tomadas em seu negócio sejam mais ágeis e integradas e permitirá que a empresa economize com a contratação de pessoal, além de tornar o trabalho mais ágil, possibilitando que os funcionários da sua empresa dediquem mais tempo para estudar sobre as suas atividades ou assumir outros compromissos.

Além disso, a automatização de processos também possibilitará que você tenha informações confiáveis acerca dos gastos realizados em sua empresa, facilitando a identificação de gargalos, a participação direta nos processos de compra e verificação de estoques.

Assim, é possível ter um controle efetivo sobre todas as ações tomadas em sua empresa, sem que você esteja passando em cada setor verificando o trabalho de cada um dos seus colaboradores.

Com essas dicas sobre a redução de custos nas empresas, você poderá ter mais clareza na hora de tentar cortar ou suprimir gastos, assim, poderá economizar recursos sem perder a capacidade de vendas.

Gostou do artigo de hoje? Então, que tal compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais. Assim, mais empresários terão acesso a essa informação e poderão aplicar essas dicas de como reduzir custos em empresas no varejo.