ERP — Veja como um sistema de gestão empresarial favorece o crescimento do seu empreendimento
Menu do Site
Copyright MicroUniverso 2017
ERP — Veja como um sistema de gestão empresarial favorece o crescimento do seu empreendimento
1142
post-template-default,single,single-post,postid-1142,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,no_animation_on_touch,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

ERP — Veja como um sistema de gestão empresarial favorece o crescimento do seu empreendimento

ERP — Veja como um sistema de gestão empresarial favorece o crescimento do seu empreendimento

O sucesso de uma empresa de varejo está diretamente ligado a um planejamento eficaz, processo que requer, principalmente, organização e controle acerca de tudo o que acontece no dia a dia do comércio.

A melhor maneira de administrar isso é com o auxílio de um Sistema de Gestão Empresarial — também conhecido como ERP (do inglês Enterprise Resource Planning).

Esse sistema é uma ferramenta essencial para o varejista no momento de controlar os processos do negócio. Além disso, contar com um software de gestão na sua loja de materiais de construção ajuda no aumento da produtividade e também na lucratividade. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Por que devo considerar a adesão a um ERP?

O Sistema de Gestão Empresarial é um importante aliado do varejista, pois ele é capaz de integrar os processos da loja e automatizar uma série de operações. Para uma loja de materiais de construção, por exemplo, os benefícios vão desde o combate ao desperdício no estoque a um possível planejamento de expansão do negócio.

Isso só é possível pois o ERP proporciona a centralização de todas as informações do negócio. Ou seja, todas as informações relativas aos processos gerenciais e, sobretudo, operacionais da loja passam a compor um mesmo sistema. Isso garante, ao lojista, um olhar abrangente do negócio, e aos vendedores, uma maior gama de informações para que realizem sempre as melhores vendas. Veja no próximo tópico como isso é possível.

Quais os principais benefícios de um ERP para uma empresa de varejo?

Automatizar processos comerciais, calcular as vendas, monitorar o estoque e trabalhar na reestruturação de preços são algumas das vantagens de um Sistema de Gestão Empresarial. Confira detalhes de alguns benefícios que ele pode oferecer para a sua loja:

1. Automação comercial

O ponto de venda é o local onde seus clientes concretizam a compra e também onde são geradas informações importantes sobre esse processo:

  • quais produtos o cliente comprou;
  • quanto ele pagou;
  • qual foi a forma de pagamento, etc.

Uma das funções da automação comercial, nesse sentido, é reunir esses dados, processá-los e assegurar que eles indiquem o que ocorreu no caixa no momento da venda. Eles servirão como base para nutrir operações internas da loja, desde a própria gestão de vendas, gestão financeira e controle de estoque até a gestão fiscal.

Outro ponto importante desse processo é que o vendedor fica munido de informações para realizar a melhor venda possível.

2. Controle de estoque

Podemos dizer que o estoque é o grande gargalo do lojista, concorda? Alguns dos problemas recorrentes são:

  • compras em excesso;
  • cadastro de produtos sem detalhamento correto;
  • falta de conferência nas entradas.
  • produtos com baixa rotatividade;
  • perdas por furtos, avarias ou falhas gerenciais.

Utilizando um ERP, as falhas nesses processos operacionais são praticamente eliminadas, já que os dados passam a constituir um sistema unificado. Além disso, toda empresa tem a possibilidade de acompanhar as movimentações efetuadas no estoque automaticamente. As informações são integradas aos setores de vendas, compras, logística, etc.

3. Gestão fiscal

Para garantir que o lojista esteja cumprindo com todas as exigências tributárias e fiscais impostas pelo governo — inclusive, tendo em vista as atuais e constantes mudanças na legislação —, o ERP reúne e armazena as informações contábeis e fiscais com maior segurança, sendo indispensável para muitas empresas de médio e grande porte.

4. Planejamento eficiente

A partir das informações coletadas pelo ERP, o lojista passa a entender o real cenário da loja e a saber exatamente o que deve fazer para que o negócio cresça.

Então, é possível projetar cenários de vendas e resultados futuros. Ou seja, o gestor da loja tem uma ferramenta robusta para implementar intervenções efetivas e que sejam capazes de auxiliar no alcance de resultados melhores.

5. Redução dos custos

Como dissemos, uma das grandes vantagens da utilização de um ERP é o acesso prático à informação. O software pode ser integrado a diferentes sistemas tanto de fornecedores, quanto de clientes e da própria loja.

Essa integração faz com que a informação flua de forma mais confiável, o que contribui para análises e planejamentos que servirão de embasamento para cortar e evitar gastos desnecessários. Isso só é possível pois o ERP permite:

  • geração de relatórios precisos sobre as vendas;
  • maior controle do estoque;
  • aumento da produtividade, sobretudo dos vendedores.

Como um ERP pode garantir mais confiança nas informações geradas em um negócio?

Para que todo esse fluxo de informações funcione da maneira mais adequada, dois fatores são de extrema importância:

1. Implantação

Podemos dizer que grande parte do sucesso no funcionamento de um ERP no varejo parte de uma implantação bem-feita. É ela que vai dar a garantia de que as informações geradas no negócio são confiáveis.

Na MicroUniverso, por exemplo, a equipe comercial busca o máximo de informações sobre como a empresa que vai adquirir o software funciona, para que o time de implantação possa chegar à loja munido de informações sobre negócio e sobre as expectativas que o lojista tem quanto ao uso do ERP.

A implantação, no caso, é um dos pontos-chave para o sucesso na utilização do ERP. Ela deve ser muito bem conduzida, para que a empresa tenha plena garantia e confiança nas informações que serão geradas pelo sistema. Quanto mais bem implantado o sistema, mais chances de as informações serem fidedignas e tudo funcionar perfeitamente.

2. Integração

Implantação do ERP bem-feita, é hora de tratarmos do que chamamos de gestão integrada.

Vamos visualizar a seguinte situação: quando o vendedor faz uma venda, por exemplo, ele precisa repassar essa informação para o setor de expedição, para que a entrega do produto seja providenciada, certo?

Na sequência, caso o cliente tenha alguma restrição, o crediário precisa aprovar. Após a aprovação da venda, o setor de faturamento deve ser informado para que providencie a nota fiscal eletrônica. Compra faturada, é o momento de repassar essas informações para o setor financeiro da loja, que cuidará de checar os livros fiscais e informar à contabilidade sobre a venda.

Ou seja, uma informação de uma venda que foi concretizada na loja, com suas determinadas condições e características, foi espalhada para toda a empresa. Esse é um dos exemplos de como a gestão integrada pode facilitar o fluxo das informações na loja.

Atualmente, existem integrações que fazem muita diferença também para o lojista. Podemos citar o exemplo do e-commerce, que já despontou como um diferencial, inclusive para lojas de materiais de construção.

Muitos motivos fazem com que um ERP seja essencial para uma empresa de varejo. Ele cobre desde o controle de estoque até o planejamento eficaz do crescimento do negócio, possibilitando um maior controle sobre aspectos fundamentais do comércio.

Em outras palavras, um Sistema de Gestão Empresarial otimiza o tempo de execução das atividades, reduz os custos e aumenta a produtividade no seu negócio. E é dessa forma que é possível alcançar melhores resultados e ter uma gestão mais eficiente.

Quer saber como impulsionar os resultados da sua loja de materiais de construção? Então entre em contato conosco e conheça o ERP MicroUniverso!