Menu do Site
Copyright MicroUniverso 2017
Controle fiscal: como manter o controle sobre as obrigações tributárias?
1254
post-template-default,single,single-post,postid-1254,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Controle fiscal: como manter o controle sobre as obrigações tributárias?

Controle fiscal: como manter o controle sobre as obrigações tributárias?

Nos últimos anos, as obrigações tributárias impostas às empresas têm tirado o sono de muitos empresários brasileiros. A tecnologia e a necessidade cada vez maior do trabalho integrado, fez com que os órgãos tributantes criassem uma série de novas obrigatoriedades.

Com isso, os gestores e administradores de empresas não tiveram outra saída a não ser se adequar e acostumar com as novas exigências tributárias. Além da obrigatoriedade de pagar o tributo devido, também temos aquelas que fornecem informações, como o SPED.

No artigo de hoje vamos mostrar, especialmente, como você pode fazer o controle e gestão fiscal de sua empresa, contribuindo para que as obrigações do seu negócio sejam cumpridas de forma correta e no prazo ideal. Acompanhe!

A importância do controle fiscal para o perfeito atendimento das obrigações tributárias

Um dos primeiros passos para que as obrigações tributárias sejam cumpridas de forma correta, é o controle fiscal. Exercer essa prática em sua empresa contribuirá, não somente para a perfeita apuração tributária, mas também, para garantir a qualidade e a veracidade das informações que são prestadas ao fisco.

O controle fiscal é um conjunto de práticas que visam ajustar todas as questões que envolvem a apuração e o pagamento do tributo, desde a entrada de uma mercadoria até a saída com a respectiva nota fiscal.

Exercendo essa atividade com maestria, sua empresa estará blindada de possíveis problemas com órgãos tributantes ou fiscalizações realizadas periodicamente por eles. Estar em dia com o fisco garante mais tranquilidade para exercer suas atividades empresariais.

Ainda neste artigo, nós vamos mostrar como você pode realizar o controle fiscal em sua empresa para conquistar um alto nível de gestão nessa área e cumprir com todas as suas obrigações tributárias.

Os desafios encontrados pelas empresas

Quando o assunto é a gestão tributária, o principal desafio das empresas é compreender o emaranhado de regras que norteiam essa questão. O Brasil é o campeão mundial de burocracias, principalmente, as fiscais.

Atualmente, vivemos em um verdadeiro manicômio tributário, em que temos dezenas de impostos diferentes, destinados para atividades distintas. Além disso, sofremos com a alta carga tributária que é imposta pelo Governo Federal e os estaduais.

Como se isso não bastasse, ainda existem uma série de obrigações acessórias, como o envio de SPEDs. Além disso, a cada ano se criam novas obrigatoriedades, procedimentos que eram realizados há anos, simplesmente, deixam de existir e são ocupados por outros mais complexos e cada vez mais próximos dos órgãos tributantes.

O desafio dos empresários, entretanto, é conseguir, além de manter as outras funções básicas inerentes ao seu negócio, se equilibrar diante de tantas exigências tributárias e altos custos que elas proporcionam.

Porém, nem tudo é tão complexo quanto parece. Ao mesmo tempo em que a legislação fiscal se adapta à realidade do nosso país e se moderniza, a tecnologia também acompanha essas modificações e oferece soluções cada vez mais automatizadas e integradas para que essas obrigações sejam cumpridas.

Atualmente, as empresas têm à sua disposição os famosos e providenciais ERPs, que realizam a integração de toda a empresa, tornando os processos de apuração tributária, envio de informações e pagamento mais simples de serem realizados.

Também devemos destacar que esses modernos sistemas proporcionam mais informações para o gestor, auxiliando, assim, a tomada de decisões gerenciais importantes que refletirão no futuro da organização.

Além disso, existem algumas formas de organizar o controle fiscal da sua empresa para que as obrigações tributárias sejam cumpridas com excelência e, principalmente, sem prejudicar o perfeito funcionamento de outros departamentos. Mas isso será assunto para o nosso próximo tópico. Continue a leitura!

Estratégias para auxiliar no controle e cumprimento de obrigações tributárias

Agora, vamos mostrar para você algumas estratégias simples para auxiliar no controle fiscal e, consequentemente, facilitar o processo de cumprimento de obrigações tributárias principais e acessórias. Acompanhe.

Conhecer melhor a sua empresa

O primeiro passo para melhorar o controle fiscal em seu negócio é conhecê-lo a fundo. Acredite, muitas pessoas não sabem como funcionam todos os processos que são realizados dentro de suas próprias empresas.

Isso é a porta de entrada para que muitos problemas como, erros fiscais e, até mesmo, desvios, possam acontecer. Por isso, é fundamental que você conheça todos os processos do seu empreendimento.

Isso não significa que será necessário saber executar com excelência todos eles, mas sim, que você precisará conhecer o seu funcionamento.

Ficar atento ao regime fiscal

O regime de tributação é uma das principais causas de problemas fiscais nas empresas. Basicamente, existem três modalidades que são mais utilizadas: o Lucro Real, o Lucro Presumido e o Simples Nacional.

Cada um deles tem particularidades muito específicas e que podem proporcionar benefícios para cada tipo de empresa, dependendo do seu faturamento, gastos e lucratividade. Portanto, é necessário que, em conjunto ao seu contador, você faça uma análise para selecionar o regime ideal para a sua empresa.

Gerenciar notas fiscais

O gerenciamento de notas fiscais também é uma etapa muito importante e que acaba ficando de lado. Elas são as responsáveis principais pelo início de uma informação fiscal até o fim, quando ocorre a emissão da nota de saída.

Portanto, os dados que elas carregam serão os objetos principais do cumprimento de obrigações tributárias. Sendo assim, é de extrema importância que as notas fiscais emitidas ou recebidas em sua empresa sejam gerenciadas e muito bem organizadas.

Contar com o apoio de um software

Por fim, para que tudo isso funcione na mais perfeita harmonia, será necessário contar com a ajuda de um sistema integrado de alta tecnologia. Essa ferramenta auxiliará você a gerenciar todas as questões fiscais do seu estabelecimento.

Além disso, por meio dela será possível extrair relatórios contendo dados que podem ser utilizados em diversos cenários para que você e os seus gestores possam obter informações valiosíssimas sobre a parte fiscal do seu negócio e, em seguida, tomar decisões importantes, alterar processos e, até mesmo, a modalidade de tributação selecionada.

Com essas dicas, você poderá exercer um controle fiscal eficiente em sua empresa, contribuindo para que o cumprimento de obrigações tributárias seja realizado de forma correta e, principalmente, dentro do prazo estabelecido.

Gostou do artigo de hoje? Ficou com alguma dúvida ou tem algo a acrescentar a este conteúdo? Então, deixe um comentário aqui. Sua opinião é muito importante para nós.