Afinal, como melhorar o gerenciamento de entrega da mercadoria?
Menu do Site
Copyright MicroUniverso 2017
Afinal, como melhorar o gerenciamento de entrega da mercadoria?
1740
post-template-default,single,single-post,postid-1740,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Afinal, como melhorar o gerenciamento de entrega da mercadoria?

Afinal, como melhorar o gerenciamento de entrega da mercadoria?

A entrega da mercadoria para o cliente é uma das partes mais cruciais de sua experiência de compra. É claro que ele deseja ter um mix de produtos de qualidade para escolher, fazer uma negociação vantajosa, mas a conclusão desse processo precisa ser para realmente conquistar sua satisfação.

Por isso, negócios que precisam da área de logística para concluir seu processo de venda devem melhorar e organizar todos os elementos que podem interferir em sua execução, bem como criar alternativas que possam ser acionadas em casos emergenciais. É o caso, por exemplo, das lojas de materiais de construção.

Quer saber quais as melhores práticas e ferramentas para o gerenciamento de entrega das mercadorias do seu negócio? Veja mais no post!

Garanta um bom fluxo de entrega com a integração dos setores internos

Cada setor tem indicadores e responsabilidades distintas. A área de compras precisa fazer boas aquisições dos itens de vendas, os vendedores precisam escoar os produtos, o financeiro cumprir com as obrigações legais e assim por diante.

Para determinar um prazo de entrega, portanto, é preciso que todos eles estejam integrados e em sintonia, porque, afinal de contas, o desempenho e resultado de um, interfere nos demais.

Por isso, para propor prazos de entregas realistas e garantir a maior agilidade possível no atendimento aos clientes, é primordial criar um fluxo de informações e processos eficientes entre os setores, bem como promover o trabalho em equipe entre os funcionários de cada área.

É preciso que todos entendam como suas atividades interferem no fluxo de entrega, execução do processo e, por consequência, satisfação da demanda do cliente e resultados do negócio.

Gerencie eficientemente o estoque de materiais

O controle de estoque é o coração de toda a operação logística e comercial. O vendedor precisa saber exatamente o que está disponível para a venda, qual o tempo de entrega e condições caso tenha que fazer um pedido ao fornecedor.

Para o setor logístico, saber exatamente o quanto deve ser enviado a cada cliente e a prioridade de cada pedido permitem fazer a otimização de rotas de entrega.

Monitore e otimize as rotas dos veículos de entrega

A otimização das rotas de entrega é uma ótima maneira de reduzir os custos operacionais do negócio, mas também precisa considerar o que foi negociado pela área comercial.

Com isso em mente, a próxima preocupação deve ser em relação ao monitoramento das rotas. Quando elas são fixas, é possível considerar, por exemplo, se o tempo e consumo estão dentro de um padrão.

Outro elemento que pode ser observado é se podem ser melhoradas, considerando redução de custos com pedágios, demora por transitar em horários de grande tráfego, terceirização de frotas com veículos menores que possam entrar em regiões controladas por peso e eixo dos caminhões, entre outros.

Otimize o processo de distribuição de mercadorias

Vale destacar nesse ponto que entradas e saídas de mercadorias devem ser devidamente mapeadas, assim como o registro da entrega dos produtos para que as obrigações comerciais do negócio sejam concluídas.

Em outras palavras, tanto para o negócio quanto para os clientes, esse processo de entrega deve ser corretamente documentado. Assim, eventuais falhas nos processos podem ser rapidamente identificadas e corrigidas.

Documentar, no entanto, não significa burocratizar. Para uma experiência satisfatória, e até mesmo garantia da agilidade, tais registros devem contar com o apoio de um ERP para o controle de todos os processos e disponibilização das informações pertinentes para cada etapa.

Use as tecnologias em favor da gestão

Além de um ótimo mecanismo para controle da conclusão de etapas, o ERP também traz outras informações para todo o processo que antecede ou sucede a entrega, como a disponibilidade de estoque e de expedição.

Se um cliente pede uma cotação de 500 telhas em cerâmica no modelo colonial em 15 dias, mas o vendedor avalia em seu sistema que só teria 400 itens disponíveis nesse prazo, pode oferecer algumas alternativas reais, como:

  • entrega imediata do que está disponível no estoque e uma segunda venda com entrega futura já gerando um pedido de compra para o fornecedor da quantidade restante.
  • ou dar uma opção de troca de modelo por produto similar, como por exemplo, a telha de cerâmica de minionda que está disponível na totalidade do pedido no estoque com preço mais vantajoso.

Outro ponto muito relevante que o ERP é no controle do histórico dos clientes, como os crediários que realizou, follow-ups de relacionamento realizados pela equipe de vendas, últimos pedidos fechados, compras quitadas, em aberto, ticket médio, etc.

Até mesmo a consulta de Análise de Contas a receber que o sistema oferece, que consiste, basicamente, em pesquisar um pedido de venda que originou uma duplicata, pode ajudar na gestão logística em casos que houverem falhas na entrega.

Informe ao cliente a data da entrega da mercadoria corretamente

Transparência, confiabilidade e seriedade. Essas são algumas das mensagens transmitidas pela loja quando informam e executam devidamente o prazo da entrega de suas mercadorias. Para a construção de um relacionamento comercial de longo prazo, tais características são fundamentais.

Ou seja, durante uma venda, o sistema utilizado deve ser integrado com os demais setores do negócio para que a informação passada seja consistente e realista. Assim, o cliente poderá fazer o restante de suas programações tendo como base a disponibilidade dos produtos que utilizará em sua obra.

O relacionamento com o cliente, aliás, é fundamental para o sucesso de um negócio. Quanto mais se conhece as características e necessidade de seus compradores, mais fácil é o gerenciamento de créditos, personalização do atendimento etc.

Com o ERP MicroUniverso, por exemplo, ao consultar o histórico de um cliente, é possível identificar facilmente por cores, as contas a receber e a situação de cada uma delas, como ativo, protestado ou cancelado. Com tais situações de cobrança, é possível conceder mais ou menos crédito, fazendo, assim, uma otimização das oportunidades de negócio.

Como se pode perceber, um ERP não é essencial apenas para a gestão da entrega da mercadoria, mas para tornar todos os processos e decisões do negócio mais fáceis e acertadas.

Quer melhorar o controle dos processos e aproveitar as informações estratégicas do seu negócio para tomar decisões com maiores chances de sucesso? Então converse com um especialista da MicroUniverso e conheça outras funcionalidades e benefícios do nosso ERP.